O indicador de sentimento económico melhorou na zona euro e na União Europeia (UE), em agosto, bem como em Portugal, atingindo os valores mais altos desde setembro de 2012, segundo dados divulgados esta sexta-feira pela Comissão Europeia.

Entre os países que partilham a moeda única, o indicador de sentimento económico subiu 2,7 pontos em relação a julho, atingindo 95,2 pontos, enquanto na UE aumentou 2,4 pontos, alcançando 98,1 pontos, mantendo as duas zonas a tendência de crescimento verificada há já quatro meses.

Em Portugal, o indicador subiu 3,1 pontos para os 88,3, tendência acompanhada por 14 estados-membros da zona euro, incluindo as cinco maiores economias: Holanda (cresceu 5,2 pontos), Alemanha (3,3), Itália (2,0), França (1,6) e Espanha (0,8 pontos).