O consumo privado foi o que mais contribuiu para o crescimento do PIB entre os países que compõem a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) no primeiro trimestre do ano.

De acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pela OCDE, o PIB entre os países que compõem a organização avançou 0,4% entre janeiro e março, depois de no trimestre anterior ter tido um crescimento nulo (0,0%).

O consumo privado representou o maior contributo para esta subida, ao crescer 0,3 pontos percentuais.

As exportações e a construção, por sua vez, contribuíram com 0,1 pontos percentuais cada.

A OCDE refere que os padrões de crescimento do PIB entre os diferentes países da região continuam a divergir.

Na Alemanha, o consumo privado foi o principal motor de crescimento do PIB, enquanto em França e em Itália foi a construção e no Reino Unido as exportações.

No Japão e nos EUA, o consumo privado foi a componente que mais contribuiu para o crescimento das respetivas economias.