O responsável do Banco Central Europeu (BCE), Joerg Asmussen, disse esta quarta-feira que o Eurogrupo está decidido a ajudar a Grécia a ultrapassar a crise, e que não está em cima da mesa um terceiro pacote de ajuda financeira.

«O Eurogrupo está comprometido em ajudar a Grécia, mas não foi discutido um terceiro pacote de ajuda para o país», afirmou Asmussen aos jornalistas, depois de se ter encontrado com o ministro grego das Finanças, Yannis Stournaras, em Atenas.

O membro alemão do conselho executivo do BCE disse, segundo a agência Bloomberg, que as atenções estão agora concentradas em assegurar que o atual programa de assistência seja um sucesso, possibilitando a retoma da economia grega e dinamizando o mercado de trabalho.

O antigo ministro das Finanças da Alemanha realçou que se começam a ver na Grécia os primeiros sinais de estabilização, considerando que as reformas em curso têm que continuar a ser implementadas.

Asmussen apontou ainda para o elevado índice de desemprego na Grécia, considerando que o mesmo é inaceitável.

O representante do BCE viajou até à capital grega para levar a cabo uma série de reuniões bilaterais com políticos e membros da sociedade helénica sobre o programa de ajustamento em curso no país.