A Metro do Porto vai reforçar o serviço na noite de passagem do ano, funcionando o metro de forma contínua de 31 para 01 de janeiro com capacidade reforçada.

De acordo com informação avançada pela Metro do Porto, haverá «funcionamento em contínuo de quarta para quinta-feira durante toda a madrugada, exceto na Linha Violeta».

«O Metro garante capacidade reforçada e as melhores frequências, ligando em permanência Porto, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Maia, Gondomar, Vila do Conde e Póvoa de Varzim», adianta a empresa transportadora.

O serviço será reforçado a partir do fim da tarde de quarta-feira, com as linhas Azul e Amarela a disponibilizarem uma frequência de 10 minutos até às 02:00 de quinta-feira.

A frequência será de 30 minutos até às 02:00 de quinta-feira na linha Vermelha, sendo que o mesmo acontecerá na Linha Verde, entre o ISMAI e Campanhã.

Apenas a linha Violeta fará a ligação ao aeroporto no horário habitual, até às 01:00.

Já entre as 02:00 e as 06:00, o metro passará nas linhas Azul e Amarela com uma frequência de 15 minutos, enquanto nas linhas Vermelha e Verde está programada uma partida por hora e a partir da estação Senhora da Hora. Já a linha Laranja oferecerá uma frequência de 30 minutos.

A Metro do Porto recorda que, de 2013 para 2014, cerca de 50 mil pessoas utilizaram o metropolitano na passagem do ano no Porto, que anualmente tem a avenida dos Aliados como palco principal ao ar livre.

Para este ano, a Câmara do Porto quer encher os Aliados com música e um espetáculo de fogo-de-artifício que promete surpreender as 100 mil pessoas esperadas.

A partir das 22:30 sobem ao palco dos Aliados os Clã e os Expensive Soul para dar música até à hora do já tradicional fogo da meia-noite, que irá iluminar e envolver os cerca de 100 mil esperados, número conseguido na última festa de São João e que, no limite, pode chegar aos 140 mil, estimou à Lusa fonte autárquica.

Depois das doze badaladas é a vez do DJ Fernando Alvim animar a noite de réveillon que, de acordo com os dados do Turismo da Câmara do Porto, está já esgotada nos hotéis da cidade.

Este ano a autarquia irá gastar cerca de 60 mil euros na festa da passagem do ano que representam um aumento de 20% no investimento face ao último ano, mas que serão cobertos pelos contratos de patrocínio.