O Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura e das Industrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (SINTAB) anunciou este sábado a suspensão da greve dos trabalhadores da Unicer convocada para período entre segunda e quarta-feira.

Em comunicado, este sindicato, afeto à CGTP, refere que os trabalhadores decidiram suspender a greve neste período de tempo pelo facto de “os passos dados pela administração da Unicer, em contactos promovidos nos últimos dias, representarem avanços claros no sentido da valorização da sua proposta inicial”.

O sindicato anunciou, na quinta-feira da semana passada, a greve dos trabalhadores da Unicer à primeira hora de trabalho entre 15 e 17 de agosto e às duas primeiras e últimas horas de trabalho entre 19 e 21 de agosto. Na origem da paralisação estão “aumentos salariais dignos” e a “dignificação do trabalho”.

Esta ação de luta foi decidida, em plenário, pelos trabalhadores das empresas UNICER GPS, UNICER BEBIDAS e UNICER AT, a laborar nos estabelecimentos das empresas em Leça do Balio (Matosinhos, Porto), Santarém, Santo Antão do Tojal (Loures, Lisboa) e Miraflores (Oeiras, Lisboa).