Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP, pediu esta sexta-feira a demissão do Governo e a realização de eleições antecipadas.

No discurso do líder da CGTP, que trouxe centenas de pessoas às portas da Assembleia da República, o sindicalista considerou que esta manifestação «é mais uma demonstração de que apesar da maioria continuar de costas voltadas para o povo, o povo não está de costas voltadas para o que se está a passar na Assembleia da República».