A Apple está a investigar a morte de vários funcionários numa empresa na China, incluindo um funcionário menor.

Shi Zhaokun, de 15 anos, morreu com uma severa pneumonia no hospital de Shangai em outubro, segundo o China Labor Watch.

De acordo com a publicação, o jovem trabalhava na fábrica que produzia iPhone e tablets para a Apple (AAPL, Fortune 500).

A fornecedora Pegatron Corporation, com base em Taiwan, já foi criticada no passado e o «New York Times» revelou que pelo menos cinco jovens empregados da Pegatron morreram nos meses mais recentes.

No entanto, a corporação não confirma o número de mortes no seu comunicado desta quinta-feira.

«Gostaríamos de enviar as nossas mais sinceras condolências às famílias e amigos dos empregados que faleceram recentemente», pode ler-se no comunicado, que revela que estão a ser tomadas medidas rígidas para verificar as idades dos trabalhadores, uma vez que Shi tinha uma identificação oficial «erroneamente emitida».

A Apple informou que os seus especialistas não encontraram, até agora, «nenhuma evidência» entre as mortes e as condições de trabalho da Pegatron, acrescentando que esta investigação «é um pouco de conforto para as famílias que perderam os seus entes queridos».