O presidente executivo da Microsoft, Satya Nadella, esteve esta quinta-feira num encontro sobre tecnologias e telecomunicações e disse que as mulheres não devem pedir aumento salarial, mas «ter fé no sistema». 

Nadella falava no Grace Hopper Celebration of Women in Computing. «Não se trata realmente de pedir um aumento, mas saber e ter fé de que o sistema vai realmente dar-lhe o direito de um aumento à medida que avança [no seu trabalho]», disse, citado pela Reuters.

O presidente da gigante informática ainda acrescentou que não pedir aumento de salário é um «bom karma» para que o chefe veja que a funcionária é de confiança e lhe atribua mais responsabilidades na empresa.

Mas Nadella acabou por ser «traído» pela tecnologia. As suas declarações alastraram pelas redes sociais como barril de pólvora e as críticas acenderam-se.






Nadalla já veio desculpar-se através do Twitter, mas as críticas continuaram.





Depois de se desculpar no Twitter, Nadella enviou um email aos funcionários, onde explica que respondeu de «forma completamente errada» àquilo que lhe perguntaram.

«Acredito que os homens e as mulheres devem receber igual por um trabalho igual. E quando se trata de um conselho sobre como conseguir um aumento quando pensamos que merecemos, o conselho de Maria [Klawe] é o conselho certo. Se acha que merece um aumento, deve apenas pedi-lo», lê-se no texto entretanto publicado no site da empresa.

Na Microsoft, cerca de 29% dos trabalhadores são mulheres.