[Notícia atualizada às 9h57]

O Millennium BCP e a Federação do Sector Financeiro (Febase) vão avançar com um processo de negociação para um ajustamento salarial temporário que tem por objetivo evitar um despedimento coletivo, disse esta sexta-feira à agência Lusa uma fonte do banco, uma notícia que já tinha sido avançada pelo «Diário Económico»

A Febase (que representa três sindicatos bancários) e a instituição bancária estiveram reunidos na quinta-feira para discutir a situação no Millennium BCP.

Fonte do banco disse à Lusa que na reunião a administração e os sindicatos decidiram avançar com a negociação para um ajustamento salarial temporário, acrescentando que a instituição tem a intenção de repor os salários e pagar os retroativos quando reembolsar a totalidade dos três mil milhões de euros de instrumentos híbridos (CoCo¿s) emitidos pelo Estado.

A intenção de negociar um ajustamento salarial temporário vai, segundo o banco, permitir evitar despedimentos previstos no plano de reestruturação imposto por Bruxelas.