O primeiro-ministro ucraniano alertou o seu governo para um possível corte de gás russo na segunda-feira, prazo definido pela gigante russa Gazprom para o pagamento da dívida acumulada pela Ucrânia.

«Informei os principais ministérios para se preparem para o corte do gás fornecido pela Rússia na segunda-feira», escreveu Arseniy Yatsenyuk na sua conta no twitter, sublinhando que as negociações em Bruxelas esta semana resultaram em fracasso.

O primeiro-ministro ucraniano pediu também ao Ministério da Justiça para preparar um dossier que «defenda os interesses da Ucrânia nas relações entre o Naftogaz (grupo público da Ucrânia) e a Gazprom no Tribunal de Arbitragem de Estocolmo».