O número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI) aumentou em novembro, atingindo 216.919 pessoas, o valor mais alto registado este ano, segundo dados do Instituto da Segurança Social (ISS).

De acordo com as estatísticas, houve mais 4.011 pessoas (1,9%) a receber esta prestação social em novembro face a outubro (212.908 pessoas).

Em relação ao mês homólogo de 2016, em que foram registados 213.091 beneficiários, registou-se um aumento de 1,8% (mais 3.828 pessoas), adiantam os dados publicados no ‘site’ do Instituto da Segurança Social.

Em termos de idades, os beneficiários com menos de 18 anos corresponderam a 32,2% do total, entre os 18 e os 29 anos eram 14,7%, entre os 30 e os 39 anos perfizeram 11,4% do total, dos 40 aos 49 anos representaram 15,3% e com 50 ou mais anos constituíram os restantes 26,4 por cento.

A maior parte dos beneficiários reside nos distritos do Porto (63.998), Lisboa (38.226) e Setúbal (19.098), adiantam os dados.

Em novembro, 98.433 famílias beneficiaram do Rendimento Social de Inserção mais 1.381 relativamente a outubro.

Comparando com novembro de 2016, houve mais 2.208 famílias a receber esta prestação social.

A maioria das famílias que beneficia do RSI encontra-se no distrito do Porto (30.077), Lisboa (17.241) e Setúbal (8.621).

Segundo o ISS, o valor médio por beneficiário situou-se nos 111,98 euros e por família em 252,55 euros.