O antigo presidente do BES, Ricardo Salgado deslocou-se esta quinta-feira «voluntariamente» à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários para prestar esclarecimentos junto do regulador suíço sobre o Banque Privée Espírito Santo, informou o seu advogado.

Salgado, «a qualidade de ex-administrador não executivo do Banque Privée Espírito Santo [BPES], deslocou-se à CMVM a fim de colaborar, voluntariamente, com a entidade de regulação suíça (finma) no que se refere ao apuramento de factos relacionados com o BPES», diz nota enviada à agência Lusa pelo seu advogado, Francisco Proença de Carvalho.

A Finma (o equivalente à CMVM em Portugal) procura mais informações sobre o Banque Privée Espírito Santo, que foi intervencionado na sequência do colapso do Grupo Espírito Santo. 

Segundo o que a TVI conseguiu apurar, a Finma está a tentar ouvir todos os antigos administradores do Banque Privée, executivos e não executivos. 

No início deste ano, um cliente do Banque Privée apresentou uma queixa-crime contra quatro antigos administradores daquela instituição.