A presidente da Reserva Federal (Fed), Janet Yellen, sublinhou esta quarta-feira que o banco central dos Estados Unidos pode aumentar as taxas de juro em dezembro, se a economia continuar a melhorar.

Yellen, que falava numa comissão do Congresso, disse que a Fed prevê que "a economia continue a crescer a um ritmo que permita que a inflação a médio prazo se aproxime da meta de 2%".

"Se a informação que vamos recebendo confirmar essa previsão, a reunião de dezembro pode ser uma possibilidade (para a subida das taxas de juro)", afirmou, em resposta a perguntas dos legisladores.

Para a responsável, é preferível aumentar os juros "no momento oportuno" porque assim a Fed poderá implementar a medida "num ritmo mais gradual".

"A decisão ainda não foi tomada", lembrou.

A taxa de referência está entre 0% e 0,25%, o valor mais baixo de sempre. A FeD não sobe as taxas de juro há nove anos.