O número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI) aumentou ligeiramente em novembro, atingindo 207.366 pessoas, quebrando a tendência de quebra que se verificava desde abril, segundo dados do Instituto da Segurança Social.

Mais 866 pessoas receberam esta prestação social em novembro face a outubro, mês em que foram registados 206.500 beneficiários, representando uma subida de 0,41%.

Comparando com o mês de novembro de 2013, 23.769 beneficiários perderem o direito a receber o RSI, uma quebra de cerca de 11%.

No espaço de um ano, foram apenas registadas duas subidas no número de beneficiários desta prestação social, nomeadamente em abril, com 224.088 beneficiários, e em novembro, com 207.366.

O mês de outubro foi o que registou o valor mais baixo no último ano, atingido 206.500 pessoas.

A maior parte dos beneficiários reside nos distritos do Porto (59.071), Lisboa (37.180), na Região Autónoma dos Açores (17.610) e em Setúbal (17.116).

Em novembro, 89.916 famílias beneficiaram do Rendimento Social de Inserção, mais 424 relativamente a outubro e menos 8.754 face ao mês homólogo de 2013.

A maioria das famílias que beneficia do RSI encontra-se no distrito do Porto (25.737), Lisboa (16.213) e Setúbal (7.648).

Segundo o ISS, o valor médio por beneficiário situou-se nos 91,64 euros e por família em 215,21 euros.