O Barclays vai compensar 300.000 clientes no Reino Unido com empréstimos, depois de ter detetado que cometeu erros administrativos que poderiam afetar o pagamento de juros desses créditos, confirmou esta terça-feira o banco.

De acordo com a informação divulgada pela agência Efe, calcula-se que o erro do banco, que remonta a 2008, tenha como consequência um desembolso de 100 milhões de libras (119 milhões de euros).

O banco, que está a ser investigado também por venda indevida de produtos financeiros, assegura que descobriu o erro ao rever os arquivos antigos.

Em causa está a violação da lei do crédito do consumidor, que obriga o banco a reembolsar os juros aos afetados, a maioria pessoas que tinham pagamentos atrasados.