A Grécia, que vai adotar um novo programa de reformas em troca de um terceiro resgate, deverá ficar em recessão este ano e no próximo, afirmaram esta quarta-feira fontes europeias.

A economia grega, que só em 2014 saiu do um longo período de recessão de seis anos, deverá ver o Produto Interno Bruto (PIB) cair 2,3% em 2015 e 1,3% em 2016, de acordo com as fontes citadas pela AFP.

O novo programa de assistência, que prevê um financiamento de 85 mil milhões de euros em três anos, inclui medidas "duras, mas os sacrifícios vão ser repartidos com equidade", disse uma das fontes, acrescentando que o acordo é "muito completo e concebido para resolver os problemas do modelo económico grego".