As empresas do PSI-20 viram os seus resultados caírem 25%, ou seja, mais de 400 milhões de euros, nos primeiros nove meses do ano, revela do Diário Económico. O setor financeiro foi o principal responsável pela redução dos lucros, já, que, sem ele, as cotada aumentaram lucros em 250 milhões de euros.

No radar dos investidores não estão apenas os lucros, mas também a evolução das vendas: também aqui, as cotadas não financeiras conseguiram melhores resultados do que em 2012. Este ano as receitas foram de 51,7 mil milhões, mais milhões do que nos primeiros nove meses de 2012.