Foi um dia de quedas fortes em todos os mercados financeiros, com os investidores a mostrarem, uma vez mais, nervos perante os novos sinais de abrandamento da economia chinesa. Em Lisboa, o índice PSI-20 caiu 1,73%, para 5.288,12 pontos, fechando a pior semana do ano com uma perda acumulada de praticamente 5%.

O índice Stoxx50, que junta as maiores 50 empresas europeias, caiu 3,54%. Londres recuou 2,83%, Paris 3,19% e Frankfurt 2,95%.

Destaque negativo em Lisboa para o setor energético. A Galp perdeu 3,84%, para 9,356 euros, acompanhando de perto mais uma queda das cotações do petróleo, que recuaram 2,8% em Londres para 45,3 dólares por barril. A EDP perdeu 4,26%, para 3,167 euros.

A Jerónimo Martins deslizou 4,17%, para 12,410 euros. Na banca, o BPI perdeu 4,0%, para 0,960 euros, e o Millennium BCP deslizou 3,1%, para 0,0601 euros.

Portucel e Semapa também tiveram um dia mau, fechando em queda de 4,01% (para 3,291 euros) e 4,0% (para 13,055 euros) respetivamente.