A dívida pública ficou nos 129% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2013, mantendo-se a trajetória em alta, de acordo com os números hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Défice orçamental foi de 4,9%

A dívida pública ascendeu aos 213.630,7 milhões de euros em 2013, mais 8.771 milhões de euros do que em 2012, o primeiro ano em que o valor da dívida pública portuguesa ultrapassou os 200 milhões de euros.

Taxa de poupança das famílias aumentou para 12,6%

Em termos de rácio, a dívida pública terá aumentado 4,9 pontos percentuais do PIB em 2013 face ao registado no ano anterior (ambos os valores são provisórios), depois de um aumento de 15,9 pontos percentuais em 2012 por comparação a 2011.

Capacidade de financiamento da economia foi de 2% do PIB

O Governo estimava que a dívida pública ficasse nos 127,8% do PIB em 2013 e antecipa que caia para os 126,7% em 2014.

Já o Fundo Monetário Internacional (FMI) e a Comissão Europeia (CE) calculavam que a dívida pública de Portugal atingisse os 129,4% do PIB em 2013, prevendo que recue para os 126,6% este ano.

Próximo dos 130%, o rácio dívida/PIB de Portugal está acima do definido no Tratado Orçamental em mais do dobro: as regras europeias estabelecem que a dívida pública dos Estados-membros não pode superar os 60% do PIB.