O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, disse esta quarta-feira que o espectro digital vai permitir uma nova gama de serviços e também mais concorrência.

«Há uma luta muito grande de interesses», disse o porta-voz do Governo na sessão de lançamento da Televisão Digital Terrestre (TDT), que a PT colocou à disposição de 40 por cento da população a partir desta quarta-feira.

A questão coloca-se ao nível da multiplexagem do sinal de emissão da TDT que permite maior eficiência na utilização do espectro.

«Hoje as televisões de áudio, dados e vídeo utilizam espectro radioeléctrico que é cada vez mais um bem escasso. Há uma apetência por estas frequências porque, com a TDT, usa-se o espectro de uma forma muito mais eficiente», lembrou Mário Lino.