O Presidente da República, Cavaco Silva, alertou esta terça-feira para a necessidade de em Portugal se tomarem «decisões acertadas quanto a custos e benefícios», considerando que «numa estrada sem trânsito o benefício é zero».

«Em Portugal ainda se confunde custos com benefícios. Uma estrada é toda ela custos. O benefício é o trânsito que passará nela. Se não houver trânsito, não há benefício, é zero. O investimento de um empresário é custo, o benefício é a sua produção. Se não produzir nada, não ganha», disse, citado pela agência Lusa.

Cavaco Silva, que falava na inauguração do Museu Municipal de Penafiel, alertou porém que «isto não quer dizer que alguns não ganhem».

«Se uma fábrica não produzir, há um que ganha, o empreiteiro, e um que perde, o dono da fábrica. Se uma estrada não tiver trânsito, há um que ganha, o empreiteiro, e há um que perde, o português que paga impostos», acrescentou.

Dinheiro dos contribuintes em causa

O Presidente da República defendeu «decisões ponderadas para que do dinheiro dos contribuintes saia mais benefício do que custo».

Para Cavaco Silva, a tomada de «decisões acertadas» é um dos dois desafios «nada fáceis» que o país enfrenta, a par de um aumento da competitividade na produção face ao exterior.

«É preciso produzir bem, com qualidade, para fazer frente à concorrência do exterior e dessa forma podermos criar emprego», afirmou o Chefe de Estado.

O Presidente da República justificou a sua presença em Penafiel pela sua «convicção de que o investimento no Museu Municipal valeu a pena, vai beneficiar a região e será motivo de orgulho para as gentes de Penafiel».