Quanto é que os portugueses vão recuperar no próximo ano? A resposta depende de várias condicionantes. Para já, partimos da comparação entre o programa de estabilidade do Governo e as propostas dos economistas chamados pelo Partido Socialista.
 
Do lado do executivo, a intenção é descer a sobretaxa do IRS para os 2,6%.
 
Mais arrojado, o plano pedido pelo PS sugere que a atual taxa baixe para metade, ou seja, 1,75%, e acrescenta um corte na TSU dos trabalhadores.para os 9,5%.
 
Quer isto dizer que se o PS chegar ao governo e as propostas passarem a medidas, os portugueses vão descontar menos  de IRS e para a Segurança Social.
 

Por exemplo, um contribuinte solteiro que ganhe 1.000 euros brutos:

- no cenário do Governo recupera 1, 82 euros por mês no próximo ano.
 
- no cenário do PS, o valor sobe para 18,53 cêntimos, sobretudo por causa da descida da TSU.

 

O mesmo rendimento, mas olhando para um casal com um filho:

 

- Cenário do Govermo: poupança de 3,63 euros
 
- Cenário do PS: poupança de 36,61 euros
 

Em qualquer um dos casos, quanto mais altos os salários que também têm sofrido mais cortes, maior a recuperação do rendimento.
 

Numa família com um filho e dois ordenados de 2 mil euros:

 

- Cenário do Governo: recuperação de 21,6 euros por mês

- Cenário do PS: recuperação de mais de 100 euros

 
Estes cálculos foram feitos a partir de uma simulação da consultora Erns’t & Young para a redução da sobretaxa, partindo do princípio que não há aumentos salariais de um ano para o outro.