O Governo aprovou esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, a atualização extraordinária das pensões, em agosto, para rendimentos até 631,98 euros mensais.

Segundo fonte oficial do Ministério do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, esta medida vai afetar cerca de dois milhões de pensionistas e terá um custo de 83 milhões de euros este ano.

Os valores serão pagos no mês de agosto, juntamente com a pensão.

O aumento será, no máximo, de 10 euros, no caso das pessoas que tiveram as pensões congeladas até 2015. Se a pensão tiver sido atualizada entre 2011 e 2015, o aumento máximo será de seis euros.

Mas atenção: como já houve uma atualização em janeiro, o aumento agora não será nesses valor, mas sim no que faltar para o atingir.