As empresas portuguesas apresentaram um atraso médio de 31,29 dias nos pagamentos no primeiro trimestre, tendência em agravamento desde 2008, e coloca Portugal abaixo da média europeia, segundo um estudo da Informa D&B, citado pela Lusa.

Segundo o Barómetro Empresarial Informa D&B, divulgado esta terça-feira, sobre os comportamentos de pagamento das empresas na Europa no 1º trimestre de 2013, Portugal está entre os países que apresentam atraso de pagamento superior ao da média europeia, à semelhança do Reino Unido, Irlanda, Itália e Espanha.

No primeiro trimestre de 2013, a média de dias de atraso de pagamento na Europa foi de 14,01 dias, valor superior ao registado no quarto trimestre de 2012 (13,22).

Os países europeus que apresentam um número médio de dias de atraso de pagamento inferior ao da média europeia são a Alemanha, Holanda, Bélgica e França.

Numa análise referente ao ano de 2012, o estudo indica que a percentagem de empresas portuguesas que realizaram os pagamentos dentro do prazo fixou-se em 17,6%, uma tendência que tem vindo a cair desde 2008.

No entanto, à semelhança da maioria dos países europeus, mais de metade das empresas portuguesas (58,5%) encontrava-se no ano passado na categoria de pagamento com um atraso inferior a 30 dias.

O estudo revela igualmente que 7,7% das empresas portuguesas pagaram nos prazos compreendidos entre os 30 e os 60 dias e que pelo menos 5% demoraram até 90 dias para efetuar os respetivos pagamentos.

No prazo mais longo, pelo menos 6,8% das empresas portuguesas cumpriram o pagamento até 120 dias ou mais.

À escala europeia, em 2012, pelo menos 39,1% das empresas cumpriram os prazos acordados, embora a categoria de pagamentos com um atraso moderado (até 30 dias) seja aquela que representa o maior número de empresas (51,3%).

Por outro lado, ocorreram pagamentos com um atraso superior a 90 dias em 3,3% das empresas, tendo 1,8% ultrapassado os 120 dias, segundo o estudo.

Entre os países mais cumpridores na Europa em 2012, destaque para a Dinamarca, com um total de 83,3% de empresas com pagamentos dentro do prazo. Em segundo lugar está a Alemanha com 78,8% das empresas a cumprir o pagamento dentro do prazo.

A Informa D&B gere a maior base de dados nacional e mundial de empresas, com mais de 223 milhões de registos em 221 países e mais de 1 milhão de registos em Portugal, disponibilizando um conjunto de estudos, análises setoriais e bases de dados temáticas sobre todo o universo empresarial.