Um relatório da ONG Oxfam, que vai ser apresentado no Fórum Mundial de Davos, revela que 85 indivíduos acumulam tanta riqueza como os 3.570 milhões de pessoas que se incluem na metade mais pobre da população mundial. Contas feitas, metade da riqueza mundial está nas mãos de 1% de todo o mundo, sem contar, obviamente, com a riqueza que se esconde em paraísos fiscais.

A organização vai, por isso, lançar um alerta e um pedido para que sejam adotados compromissos para diminuir as desigualdades, até porque «as elites económicas estão a sequestrar o poder político para manipular as regras do jogo económico», adverte a Oxfam.

Os dados apresentados no relatório mostram, por exemplo, que nos Estados Unidos, 1% dos mais ricos concentra 95% do crescimento no pós-crise. Na Europa, os rendimentos totais das 10 pessoas mais rica superam o custo total das medidas de estímulo aplicadas à União Europeia entre 2008 e 2010.