Há centenas de trabalhadores portugueses em Angola que não estão a conseguir enviar dinheiro para Portugal.
 
O presidente do Sindicato da Construção de Portugal, Albano Ribeiro, diz que as empresas têm dinheiro, mas nestes tempos de crise em Angola a dificuldade em transferir ordenados está a agravar-se. Os problemas no país têm sido causados pela queda do preço do petróleo.

Ouvido pela «TSF», o presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário, Reis Campos, admite preocupação com a situação naquele país. O responsável não exclui que seja verdade aquilo que diz o sindicato, mas explica que contatou com algumas empresas em Luanda e nenhuma lhe relatou este tipo de problema.

O sindicato vai pedir uma reunião urgente ao embaixador de Angola em Lisboa.