O Governo deve entregar esta terça-feira a proposta de Orçamento do Estado para 2014 na Assembleia da República, na data limite inscrita na lei para o efeito, com as medidas para reduzir o défice para 4% acordados com a troika.

O conjunto de medidas que será conhecido terá sempre de traduzir-se num aperto orçamental à volta dos 2,5 mil milhões de euros.

Esta segunda-feira, a ministra das Finanças disse que não vê razões para um «choque de expectativas» relativamente à proposta de Orçamento de Estado para 2014 já que, sustentou, «as medidas foram anunciadas no essencial já em maio» passado.

Durante a manhã, o Governo reúne-se com os grupos parlamentares na Assembleia da República para apresentar as linhas gerais do Orçamento do Estado para 2014.

A secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, Teresa Morais, integrará a delegação do Governo, que ainda está a ser ultimada, sabendo-se que não estarão nesta reunião o ministro dos Assuntos Parlamentares, Marques Guedes, nem a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, que participa na terça-feira de manhã na reunião do Ecofin, no Luxemburgo.

As reuniões com os partidos terão lugar na Assembleia da República entre as 10:00 e as 13:00, precisou fonte governamental.