O consórcio Opway/Somague, que em 2012 venceu o concurso para a construção da primeira fase do data center da PT na Covilhã, avançou no início deste mês com uma ação em tribunal contra a empresa de telecomunicações que agora é da Altice, noticia o Negócios.

O agrupamento construtor deu entrada a 1 de setembro com uma ação no tribunal de primeira instância da comarca de Lisboa no valor de mais de 16,7 milhões de euros.

Segundo o mesmo jornal, a ação contra a PT diz respeito ao centro de dados da Covilhã e deve-se à existência de divergências sobre problemas de projeto. Por não ter sido possível resolver consensualmente as divergências entre as partes, o consórcio construtor terá decidido agora avançar para os tribunais.

A Somague e a Opway executaram a primeira fase do data center da PT, tendo a empreitada incluído trabalhos de movimento de terras, fundações e estruturas, arquitetura, instalações elétricas, águas e esgotos, segurança, instalações mecânicas e sistemas de refrigeração.

Contatados os intervenientes no processo, não foi possível obter mais esclarecimentos. A dona da Meo adianta apenas que "não foi citada neste processo". A primeira fase do data center, inaugurada em Setembro de 2013, exigiu um investimento de 90 milhões de euros.