A EDP comprou 5,03% das ações da EDP Renováveis no âmbito da Oferta Pública de Aquisição (OPA) voluntária anunciada em março, detendo agora 82,56% do capital social daquela empresa, segundo a informação prestada ao mercado.

A EDP já detinha 77,53% dos direitos de voto da EDP Renováveis. No âmbito da OPA lançada, propunha-se comprar os restantes 22,47%, tendo oferecido 6,75 euros por ação.

Segundo os resultados apurados esta sexta-feira e divulgados pela Euronext Lisboa, a energética adquiriu 5,03% durante o prazo da oferta, continuando assim dispersos por outros investidores 17,44% do capital social.

296 milhões de euros

A EDP disse entretanto que a OPA sobre a EDP Renováveis, em que gastou 296 milhões de euros para controlar 82,56% desta empresa, reforça a integração das operações de produção de eletricidade com recurso a energias renováveis.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP afirma que a Oferta Pública de Aquisição (OPA) é "um passo adicional para reforçar a cooperação e integração das operações na atividade de produção de energia elétrica através de fontes de energia renovável".