A taxa de juro das Obrigações do Tesouro português a 10 anos está acima dos 3% no mercado secundário, pela primeira vez desde novembro.
 
A taxa encontra-se nos 3,027%, uma subida de 5,5 pontos base.
 
Uma tendência que é comum aos restantes países europeus, depois de a produção industrial na Alemanha ter superado as estimativas em Abril, sinalizando uma melhoria das perspetivas de crescimento da maior economia europeia.
 
A melhoria das perspetivas económicas do Velho Continente levou a uma venda massiva de obrigações nas últimas semanas no mercado global.

Por exemplo, a taxa das “bunds” alemãs com a mesma maturidade está a subir 6 pontos para 0,896%, muito acima do mínimo histórico de 0,5% registado em meados de Abril.

Também a crise da dívida grega continua na mira dos mercados, numa altura em que escasseia o prazo para Atenas e credores chegarem a acordo.