O prazo para trocar nas tesourarias do Banco de Portugal as notas de 500 escudos chapa 12, que prescrevem no início de maio, termina hoje.

No dia 01 de maio, terça-feira, prescreve a nota de 500 escudos chapa 12, com efígie de Mouzinho da Silveira, que pode ser trocada por euros nas tesourarias do Banco de Portugal (em Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Lisboa, Ponta Delgada, Porto e Viseu) até hoje.

De acordo com o Banco de Portugal, a troca poderá também ser feita por correio registado, com valor declarado, caso não seja possível fazê-lo presencialmente.

Dados daquela entidade enviados à agência Lusa indicam que, em 2018 e até à passada quinta-feira, “foram trocadas no banco 3.078 notas de 500 escudos chapa 12, no valor de 7.676 euros”.

Ainda assim, em 31 de dezembro passado, “encontravam-se em posse do público” cerca de 3,7 milhões de notas desta chapa, equivalentes a quase 9,3 milhões de euros, segundo os mesmos dados.

Atualmente, existem seis notas de escudos que ainda podem ser trocadas por euros: 500 escudos – efígie Mouzinho da Silveira (chapa 12); 500 escudos – efígie João de Barros (chapa 13); 1.000 escudos – efígie Pedro Alvares Cabral (chapa 13); 2.000 escudos – efígie Bartolomeu Dias (chapa 2); 5.000 escudos – efígie Vasco da Gama (chapa 3) e 10.000 escudos – efígie Infante D. Henrique (chapa 2).

À exceção da nota de 500 escudos chapa 12 com efígie de Mouzinho da Silveira, as restantes prescrevem em 01 de março de 2022.

As notas de escudo podem ser trocadas por euros nas tesourarias do Banco de Portugal até 20 anos após a retirada da circulação da chapa a que pertencem.

As moedas metálicas de escudos já não podem ser trocadas por euros.