Richard Dujardin é a partir de hoje o administrador delegado da Transdev em Portugal, divulgou o grupo francês em comunicado, depois de, segundo noticiou um jornal diário, o seu antecessor Alain Descamps ter recebido ordem de regresso a Paris.

Richard Dujardin, que integra a comissão executiva do Grupo Transdev, é presidente executivo da zona Ásia-Pacífico e Sul da Europa e responsável da Bélgica e Países Baixos, «assume diretamente e no imediato a liderança da Direção Ibérica», refere o comunicado da empresa.

A nota sublinha que Richard Dujardin «tem o apoio de toda a equipa de colaboradores de Portugal, cuja experiência acumulada no setor rodoviário e ferroviário constituem a base do sucesso de todo projecto» e adianta que as suas novas funções reforçam «o interesse estratégico do Grupo Internacional Transdev no setor dos transportes coletivos em Portugal bem como no programa de privatizações que se avizinha».

O comunicado da empresa surge no mesmo dia em que o Jornal de Negócios noticia que a Transdev despediu o CEO em Portugal e o proibiu de falar sobre o assunto e que «Alain Descamps recebeu ordem de regresso a Paris e instruções para ficar de boca fechada».

Criada em França, em 1955, a Transdev está em Portugal desde 1997 e integrou o consórcio Normetro que nesse ano venceu o concurso público internacional para a conceção, construção, operação e manutenção da rede de Metro do Porto.

Atualmente e após a compra do Grupo Joalto, a Transdev posicionou-se como o segundo maior operador rodoviário de Portugal, destaca a empresa.

A Transdev incorpora 22 empresas de transporte coletivo de passageiros, bem como as marcas Citiexpress, Citizenn e participações na RNE - Rede Nacional de Expressos, RENEX ¿ Rede Nacional de Transportes e nas Inters ¿ InterNorte, InterCentro e InterSul.

Richard Dujardin intregou o Grupo «Générale des Eaux» (atualmente denominada Veolia Environnement) em 1992, e em 1997 foi para a filial londrina com objetivo de desenvolver o mercado irlandês.

Em Janeiro de 2008 foi nomeado diretor-geral do Benelux/ Irlanda/ Reino Unido da Veolia Transport e desde 15 Novembro de 2011 é membro da direção da Connexxion na Holanda, após a fusão entre a Veolia Transport e a Transdev.

Em Março de 2013, chegou ao Comité Executivo da Transdev Group (nova denominação da Veolia Transdev) e foi nomeado diretor-geral da Transdev Ásia-Pacífico e Sul da Europa, permanecendo ainda responsável pela Bélgica e Veolia Transport Nederland.

Licenciado em engenharia, é conselheiro do comércio externo francês e membro da Global Irish Network.