As receitas da Vodafone Portugal caíram 5,2% no trimestre terminado em dezembro influenciadas pelo ambiente macroeconómico, concorrência de preços e cortes nas tarifas de terminação móvel, divulgou esta quinta-feira o grupo Vodafone.

O grupo de telecomunicações britânico anunciou hoje que as suas receitas globais caíram 2,9% no trimestre terminado em dezembro para 9.587 milhões de libras (11.440 milhões de euros, à taxa de câmbio atual).

Sobre o mercado português, o grupo Vodafone refere a quebra de 5,2% das receitas em Portugal, com a Grécia a apresentar um recuo de 13,4%.

«Em Portugal, as receitas de clientes de banda larga e de serviço fixo continuam a crescer com a rede de fibra», enquanto na Grécia «a base de clientes cresceu como resultado de uma gestão de clientes bem sucedida», refere a Vodafone no comunicado de apresentação de resultados.

No final do ano passado, a Vodafone Portugal contava com 5.774 milhões de clientes em Portugal, o que representa menos 122 mil clientes face aos 5,896 milhões registados no primeiro semestre fiscal terminado em outubro.

Dos 5,774 milhões de clientes, 80,7% eram clientes pré-pagos.