Rafael Mora, que era vice-presidente da Ongoing, dona do Diário Económico, confirmou esta segunda-feira à Lusa que abandonou os cargos que ocupava naquela holding, mas que se mantém como administrador na PT SGPS e na brasileira Oi.

«Saí no final do mês passado, foi uma saída tranquila», disse Rafael Mora, que irá manter-se como representante da Oingoing/RS Holding na PT SGPS e na operadora de telecomunicações brasileira Oi.

Sobre a razão da sua saída, Rafael Mora justificou com a necessidade de estar «mais concentrado», confessando que os cargos que ocupa na PT SGPS e na Oi «tiram bastante tempo».

Além disso, o gestor também quer estar mais focado no projeto de publicidade digital nos Estados Unidos, empresa onde tem 10%, para ver se se «transforma num grande projeto».