A Sotecnisol, grupo português que opera nos setores da construção, ambiente e energia, ganhou recentemente a empreitada geral de três obras para a realização de trabalhos, na área de revestimentos, na sede da Alstom, na sede da TagusGás e no Hangar 6 das oficinas da OGMA em Alverca.

De acordo com o comunicado do grupo, a intervenção na sede da Alstom consiste na reabilitação de 1.200 metros quadrados da sua cobertura, concretamente na remoção da chapa translúcida existente e na colocação de nova chapa de policarbonato opalino. Todos estes trabalhos vão ser realizados a 40 metros de altura, o que levou à colocação de meios de segurança de proteção coletiva e individuais complexos, adequados à intervenção.



Na sede da TagusGás, no Cartaxo, a Sotecnisol vai realizar o revestimento das fachadas do novo edifício sede, que utiliza um sistema de fachadas ventiladas em painéis de naturocimento perfurados, o que permite reduzir o consumo energético do edifício. Este será o primeiro edifício em Portugal a possuir certificação Building Research Establishment Environmental Assessment Method (BREEMAM). Note-se que para atingir esta certificação, foi necessário implantar um conjunto de medidas de sustentabilidade tais como: a redução do impacto ambiental da construção, a eficiência energética, a poupança de água, materiais ecológicos, gestão de resíduos, entre outros.

Nas Oficinas da OGMA a intervenção consiste na reabilitação da cobertura do Hangar 6, com cerca de 1.1000 metros quadrados, a solução escolhida passa pela aplicação de nova chapa metálica lacada, isolada com lã, a qual irá ser suportada pela chapa de cobertura existente que será encapsulada e protegida por esta nova camada. Terá também uma intervenção ao nível das zonas translúcidas, que serão removidas (as existentes) e colocadas novas soluções com resistência aos UV, protegendo deste modo os trabalhos executados no Hangar.