Os trabalhadores do Metro de Lisboa voltam a fazer greve amanhã, mas os efeitos fazem sentir-se a partir das 23:20 horas de hoje. Desta vez, o tribunal obrigou à fixação de serviços mínimos, estando assegurados 25% das composições em todas as linhas.

Na sua página da Internet, o Metropolitano de Lisboa informa que a circulação deverá começar a sentir perturbações ainda hoje, com o encerramento do serviço previsto para as 23h20. Amanhã, a circulação vai começar às 7h30 e terminar às 22 horas, com comboios a intervalos de 15 a 30 minutos. Todas as estações estarão abertas.

«Na quarta-feira, o serviço retoma normalmente às 6h30», refere a empresa.