A multinacional de automóveis, General Motors(GM), vai iniciar um programa de compensação monetária para aqueles que perderam entre queridos ou sofreram lesões graves causadas pela falha do interruptor de ignição dos veículos da empresa.

A falha no sistema de ignição foi associada a acidentes que provocaram pelo menos 13 mortos e a GM demorou vários anos a chamar à revisão os veículos em causa.

«Estamos a assumir a responsabilidade pelo que aconteceu e a tomar medidas para tratar estas vítimas e as suas famílias, com compaixão, decência e justiça», disse a presidente da GM Marry Barra. «Cometemos erros graves no passado e como resultado nós estamos a fazer mudanças significativas na nossa empresa para garantir que não voltam a acontecer» concluiu.

Em conferência de imprensa, Barra disse que a GM vai despedir 15 funcionários, incluindo engenheiros e juristas, por falhas de comunicação relacionadas com este caso.