O número de clientes que abastece nos postos de combustível da BP e sai sem pagar aumentou 80% nos últimos dois anos, disse hoje o novo presidente da empresa, Pedro Oliveira.

«Nos últimos dois anos, as fugas aumentaram 80% e não aumentaram mais porque colocamos uma grande parte dos postos em pré-pagamento», afirmou o presidente da BP Portugal, durante um encontro com a imprensa.

De acordo com o responsável, «cerca de 90%» dos postos da BP nos grandes centros urbanos já dispõem do sistema de pré-pagamento.

No entanto, Pedro Oliveira afirma que, se a empresa pudesse, não teria qualquer posto em regime de pré-pagamento, porque «isso limita o consumo e cria uma relação de desconfiança com o cliente».

Questionado sobre o perfil dos clientes que abastecem e saem sem pagar, o presidente da BP disse que «cada vez mais não há perfil», sendo «transversal à sociedade portuguesa».

Pedro Oliveira, que está na BP Portugal desde 1997, assumiu a 01 de julho as funções de presidente do Conselho de Administração.