A rede social Facebook anunciou esta quarta-feira a compra da empresa de tecnologia de realidade virtual Oculus VR por dois mil milhões de dólares, um mês depois de ter aquirido a WhatsApp por 16 mil milhões de dólares.

Facebook vai pagar aos proprietários da Oculus 400 milhões de dólares em dinheiro, 23 milhões em ações da rede social avaliadas 1.600 milhões de dólares e uma quantia adicional de 300 milhões de dólares em ativos da empresa.

«O telemóvel é a plataforma atual mas estamos a preparar-nos para as plataformas de amanhã», disse o fundador do Facebook, Mark Zuckeberg, em comunicado.

Oculus é uma companhia de referência no setor da realidade virtual graças ao capacete Oculos Rift, que se destina essencialmente a jogos, mas cujas aplicações vão além do entretenimento.

A rede social Facebook tem prevista a expansão da tecnologia Oculus a setores como a comunicação e ensino, além dos videojogos.

«Dado o grande potencial das aplicações, a tecnologia ligada à realidade virtual é uma forte candidata à próxima plataforma de comunicação», afirma Zuckeberg, acrescentando que a «Oculus tem oportunidade de criar a plataforma mais social que alguma vez existiu».

A operação de aquisição deve estar concluída no segundo trimestre de 2014.