O novo conselho de administração da Controlinveste Media foi eleito esta terça-feira, tal como o aumento do capital social resultante da entrada dos novos acionistas, anunciou hoje o grupo, que adianta que foi também criado um Conselho Estratégico.

Em comunicado, o grupo que detém o Diário de Notícias e a rádio TSF refere que no âmbito dos acordos celebrados, com «os investidores António Mosquito e Luís Montez e os bancos Banco Comercial Português [BCP] e Banco Espírito Santo [BES], realizou-se hoje o aumento do capital social da Controlinveste Conteúdos SA, com a entrada dos novos acionistas e a eleição dos novos órgãos sociais».

O capital da Controlinveste Conteúdos ficará repartido pelo grupo Joaquim Oliveira (27,5%), o empresário angolano António Mosquito (27,5%), Luís Montez (15%), BCP (15%) e BES (15%).

«Do novo conselho de administração presidido por Daniel Proença de Carvalho farão parte Luís Montez, Rolando Oliveira, Jorge Carreira, Vítor Ribeiro e José Carlos Lourenço», refere o comunicado, adiantando que «foi também criado um Conselho Estratégico onde estarão representados os acionistas e de que farão parte outras personalidades cujos contributos sejam reconhecidos para o fortalecimento do grupo, quer em Portugal, quer nos espaços que falam a língua portuguesa».

Assim, a Controlinveste Media «passa a ter uma estrutura de capitais reforçada e a ambição de crescer nos mercados em que está inserida e de conquistar novos mercados nos espaços da lusofonia», adianta.

«Os acionistas estão comprometidos com os princípios e valores éticos e deontológicos que regem a atividade da comunicação social, procurando reforçar o prestígio e independência dos títulos do grupo, contando para isso com o empenhamento dos seus colaboradores», conclui o comunicado, que é assinado pelo presidente do conselho de administração, Proença de Carvalho.

O acordo que formalizou a recapitalização e reestruturação do grupo foi assinado a 28 de fevereiro.