O presidente executivo dos CTT, Francisco de Lacerda, transmitiu esta terça-feira uma «mensagem de tranquilidade e de confiança» aos trabalhadores da empresa quanto ao futuro.

«A mensagem é a mesma de sempre, de tranquilidade e de confiança», afiançou Francisco de Lacerda, citado pela Lusa, quando questionado sobre o futuro dos trabalhadores dos CTT, agora que a empresa está dispersa em bolsa a 100%.

«Contamos com todos», garantiu, questionado pelos jornalistas após uma cerimónia na Euronext Lisboa para assinalar a conclusão da privatização da empresa.

No entanto, acrescentou o mesmo responsável, ainda será preciso «encontrar os modelos que melhor balancem a necessária flexibilidade (laboral) com a recompensa daqueles que mais contribuem para o sucesso dos CTT», afirmou.