A CP Carga vendeu 55 unidades de vagões de mercadorias à Reciclagem de Sucatas Abrantina, por 262.100 euros, no âmbito de um concurso público, avançou à Lusa fonte oficial da empresa ferroviária.

Em novembro, a CP Carga lançou um concurso para vender 114 unidades de vagões de mercadorias (organizados em cinco lotes), que estavam «afetos a tráfegos comerciais que deixaram de ser realizados» pela empresa.

Fonte oficial da CP Carga disse, em resposta às questões colocadas pela Lusa, que a empresa recebeu propostas de dois concorrentes, a Reciclagem de Sucatas Abrantina e a RECIFEMETAL - Reciclagem de Ferro e Metais.

A Reciclagem de Sucatas Abrantina apresentou propostas para três lotes de vagões, num total de 55 unidades, enquanto a RECIFEMETAL apresentou uma proposta para um lote, com seis unidades, não tendo havido propostas para dois lotes (com um total de 59 unidades).

«Em função do critério de adjudicação anunciado (preço mais alto por lote), foi adjudicada ao concorrente Reciclagem de Sucatas Abrantina a venda dos três lotes de vagões, pelo valor de 262.100 euros», avançou fonte oficial da CP Carga à Lusa.

A CP Carga - Logística e Transportes Ferroviários de Mercadorias foi constituída a 02 de agosto de 2009 e tem como único acionista a CP.