A Caixa Geral de Depósitos apresentou lucros de 129,9 milhões de euros no primeiro semestre do ano, contra os 182,7 milhões de euros de prejuízo contabilizados no período homólogo.

Esta recuperação explica-se pela conclusão da alienação de 80% do capital social da Fidelidade (valor que pode ascender a 85% considerando-se a totalidade das ações objeto de OPV a trabalhadores) e 80% do capital social da Multicare e da Cares. Também a redução dos custos operacionais desceu 6,1%, para os 625,7 milhões de euros.

O banco continuou a reduzir as imparidades, que em termos totais atingiram 421 milhões de euros no final do 1º semestre de 2014 (-18% face a período homólogo de 2103).

«Este valor é significativamente inferior ao valor médio semestral do ano de 2013 de 563 milhões de euros», sublinha a instituição financeira.

Já os capitais próprios do grupo totalizaram 7 209 milhões de euros até junho, apresentando um reforço de 272,6 milhões de euros (+3,9%) face ao observado no final de junho de 2013, beneficiando da melhoria das reservas de justo valor e dos resultados líquidos.