O Banco de Portugal foi contactado por pelo menos 5 bancos internacionais potencialmente interessados em investir no BES, apurou o Diário Económico. O brasileiro Bradesco e o espanhol Santander são 2 das instituições que têm mantido contactos com o supervisor.

Fontes financeiras adiantam que os bancos terão sondado o supervisor quanto à possibilidade de comprarem participações no banco com o aval das autoridades portuguesas, numa altura em que o BdP assumiu as rédeas na transição em curso no BES.

A entrada de novos investidores no capital do banco será crucial para reforçar os rácios de solvabilidade sem necessidade de recorrer à linha de capitalização do Estado.

Além de bancos estrangeiros, estarão a avaliar investimentos no BES fundos internacionais como o Apollo e o KKR, que foram convidados a analisar o dossiê ainda pela administração liderada por Ricardo Salgado.