Os seis sindicatos representativos dos trabalhadores da NAV Portugal cancelaram esta quarta-feira a greve que pretendia alertar para o abandono da empresa responsável pelo controlo do tráfego aéreo em Portugal, depois do Governo ter nomeado a totalidade do Conselho de Administração.

Em comunicado, "os trabalhadores da NAV Portugal e sindicatos seus representantes congratulam-se com o anúncio do Governo indicando a composição da totalidade do novo Conselho de Administração da empresa, que abre perspetivas de normalização do funcionamento após meses de abandono".

Neste contexto, depois de verem respondidas as suas pretensões, a plataforma sindical da NAV Portugal anunciou a suspensão da greve marcada para quinta-feira (das 14h00 às 16h00) e 8, 15, 22 e 29 de julho (das 08h00 às 10h00), ma expetativa que "esta nomeação permita terminar o período de instabilidade que a NAV Portugal tem vindo a viver".

O Governo nomeou a totalidade do Conselho de Administração da NAV Portugal, uma das reivindicações dos trabalhadores, que na terça-feira anunciaram uma greve.

Em comunicado enviado esta quarta-feira, o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas considera que "a nomeação do novo Conselho de Administração cria as condições para o pleno desenvolvimento da empresa responsável pelo controlo do tráfego aéreo em Portugal continental e nas Regiões Autónomas".

O tenente-coronel Albano Manuel Carvalho Coutinho vai presidir a partir de 1 de julho à NAV Portugal, e terá como vogais Francisco Gil e Egídia de Queiroz Martins, mais de um ano depois de ter o presidente em funções.

Na terça-feira, seis sindicatos representativos dos trabalhadores da NAV Portugal anunciaram uma greve parcial, com duração de duas horas, durante cinco dias.

Hoje, o Governo deu conta que já solicitou à Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (CRESAP) os necessários pareceres com vista à nomeação do novo Conselho de Administração (CA) da NAV Portugal.

Albano Coutinho que, desde 2010, é inspetor de navegação aérea na Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC), vai substituir Luís Coimbra, cujo mandato como presidente da gestora do espaço aéreo português terminou em 2015.

Na ANAC, Albano Coutinho era responsável pelo licenciamento dos controladores de tráfego aéreo e representava Portugal nos grupos de trabalho da International Civil Aviation Organization (ICAO) para questões de navegação aérea.

Para vogais são designados Francisco Fernandes Gil, que integrou o Conselho de Administração da SATA, e Egídia Pinto de Queiroz Martins, assessora responsável pela avaliação e controlo dos projetos de investimento, orçamentos de exploração e controlo financeiro da NAV.