O Sindicato de Hotelaria, Turismo e Restauração da Madeira anunciou hoje uma greve para o período das festas de Natal e de final de ano, exigindo em alternativa que os empregadores respeitem os direitos relativamente aos feriados dos trabalhadores.

«O sindicato mandou um pré-aviso de greve para os dias 25, 26 de dezembro [feriado regional] e 01 de janeiro [para cumprir] caso as entidades patronais não paguem os respetivos feriados e o trabalho extraordinário do dia 31 de dezembro», disse o presidente do sindicato, Adolfo Freitas, citado pela Lusa.

A decisão foi hoje tomada por trabalhadores reunidos em plenário, tendo o sindicato criticado a postura da Associação Comercial e Industrial do Funchal, que remeteu a resolução desta questão para cada empregador e respetivos funcionários.

O setor emprega cerca de cinco mil trabalhadores no arquipélago da Madeira, que investe fortemente nas festas desta altura do ano, forte cartaz turístico da região.