Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa (ML) convocaram dois dias de greve parcial, para 24 e 27 de fevereiro, anunciou a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans).

De acordo com um comunicado divulgado na página da Fectrans na internet, a paralisação decorrerá, nos dois dias, «entre as 06:00 e as 09:00, 'para a generalidade dos trabalhadores', e as 09:30 e as 12:30 para os trabalhadores administrativos, apoio e técnicos superiores».

Esta greve parcial, a primeira dos trabalhadores do ML este ano, faz parte da «luta em defesa da empresa como empresa pública ao serviço dos utentes e pela defesa dos postos de trabalho, do Acordo de Empresa e em defesa da sua (dos trabalhadores) dignidade».

O concurso público de concessão do Metro e da Carris deverá ser lançado em breve pelo Governo.