A agência de Rating Standard&Poors reviu em alta a notação do rating de crédito do BCP de «B» para «B+», revendo também em alta as notações da dívida sénior não garantida de «B» para «B+» e da dívida subordinada de «CCC-» para «CCC».

A informação foi comunicada pelo banco à Comissão de Mercado e Valores Mobiliários.

Segundo a S&P, as revisões em alta «refletem essencialmente o sucesso da operação do aumento de capital, que reforça a posição de solvabilidade do Banco, proporcionando um buffer significativo que permite preservar uma posição de capital confortável, em conformidade com os parâmetros considerados».

Diz ainda a agência de notação que o reembolso antecipado dos instrumentos híbridos de capital (CoCos) contribuirá para a redução dos custos de financiamento, permitindo uma melhoria da rendibilidade do Banco.

A S&P considera não encontrar riscos materiais que possam afetar a sua avaliação relativamente à estabilidade do negócio e do franchise.