Depois das fortes quedas em bolsa devido ao incumprimento do empréstimo à Rioforte, a Portugal Telecom voltou a subir o seu valor de mercado.

Tudo porque a Oi, em processo de fusão com a telecom portuguesa, está a preparar uma oferta de compra da TIM, a segunda maior operadora de telecomunicações do Brasil.

É uma reviravolta para os acionistas da PT, a menos de duas semanas da Assembleia Geral para votar os termos da fusão.

No comunicado enviado ao regulador, a Oi assume ter contratado o banco BTGpara preparar a proposta de aquisição da participação da Telecom Italia na TIM.

Não se sabe a percentagem que está na mira da Oi, mas a Telecom Italia é dona de 67% da TIM, uma posição avaliada em 6100 milhões de euros.

Se o negócio avançar, a operadora resultante da fusão entre a PT e a Oi pode aumentar exponencialmente.

Em apenas dois dias, a PT já valorizou 13% em bolsa. A Oi soma mais 17% de ganhos.