Foi um dia de perdas para as bolsas europeias, e a de Lisboa não foi exceção: o PSI-20 depreciou 1,05% nos 5.907,44 pontos, com 12 títulos abaixo da linha de água.

A Mota-Engil foi a cotada que mais caiu, 4,2%, fixando o preço das ações em 4,71 euros. A apresenta hoje as contas do primeiro semestre e esteve a ser alvo de tomada de mais-valias.

No setor da banca, o BCP derrapou 3,3%, com cada ação a valer 0,996 euros. Já o BPI desceu 0,9%, fixando o preço das ações em 1,46 euros, enquanto o Banif desceu 2,2%, nos 0,009 euros por ação.

No setor da energia, a EDP depreciou 1%, para os 3,64 euros. Já a Galp caiu 0,5%, fixando o preço das ações em 13,39 euros.

A Portugal Telecom conseguiu contrariar a tendência e encerrou a sessão a ganhar 2,7%, nos 1,60 euros por ação. A telecom tem encerrado as últimas sessões em forte valorização, com os investidores animados com a possibilidade da brasileira Oi comprar a participação da Telecom Italia na concorrente brasileira TIM.

Na Europa, o fecho fez-se de quedas ligeiras e acentuadas: Milão derrapou 2,03%, Frankfurt caiu 1,3%, Madrid desceu 1,5%, Paris caiu 0,7% e Londres depreciou 0,4%.